Protocolos rápidos de orientação (PROs) - Área da Saúde

Body

PRO 1: TENHO SINTOMAS DE COVID-19*1

   Afaste-se imediatamente de suas atividades presenciais na Universidade e adote medidas de isolamento domiciliar*2

   Se for servidor, informe imediatamente à sua chefia imediata; se aluno ou residente, informe ao docente responsável.

   Preencha o aplicativo EducaSaude*3

   Procure um serviço de saúde*4 para atendimento e testagem diagnóstica.

   Caso receba atestado médico, envie-o digitalizado, por e-mail, ao RH da sua Unidade (servidor), à secretaria de Graduação, Pós-Graduação do Colégio Técnico (aluno); ou à secretaria de departamento, com cópia para a COREME - Comissão de Residência Médica (residente).

   Aguarde o resultado do teste em isolamento domiciliar. Resultados de testes feitos no CECOM serão comunicados por e-mail tão logo sejam liberados pelo laboratório.

*1 CASO SUSPEITO DE COVID-19

Todo indivíduo com quadro de Síndrome Gripal (SG), isto é, quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois (2) dos seguintes sinais e sintomas: febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos.

*2 MEDIDAS DE ISOLAMENTO DOMICILIAR

Para fins de contagem, considere o dia 0 (zero) como seu primeiro dia de sintomas. Portanto, o dia 1 é o primeiro dia completo após o desenvolvimento dos sintomas, e assim sucessivamente.

CUIDADOS PARA O PACIENTE •Realize com frequência a higiene das mãos, utilizando água e sabão ou álcool gel. •Mantenha distância de, pelo menos, 2 metros, de pessoas sem sintomas. •Utilize máscara cirúrgica a maior parte do tempo. Se estiver sem a máscara, cubra a boca e o nariz com um lenço descartável ao tossir ou espirrar, e depois limpe imediatamente as mãos. •Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos. •No quarto usado para o isolamento, mantenha as janelas abertas para circulação do ar. Mantenha a porta fechada durante todo o isolamento e limpe a maçaneta frequentemente com álcool 70%. •Depois de usar o banheiro, nunca deixe de lavar as mãos com água e sabão, e limpe vaso, pia e demais superfícies com álcool. •Se for imprescindível sair do quarto, use máscara de proteção, cobrindo boca, nariz e queixo o tempo todo.

CUIDADOS PARA AS PESSOAS QUE VIVEM NO MESMO DOMICÍLIO DO PACIENTE

  • Realize com frequência a higiene das mãos, com água e sabão ou álcool gel. •Mantenha distância de pelo menos 1 metro do paciente. •Use máscara cirúrgica quando estiver no mesmo ambiente que o paciente. •Mantenha as janelas do domicílio abertas o maior tempo possível. •O lixo produzido pelo paciente contaminado precisa ser separado e descartado. • Se os sintomas forem graves, como dificuldade para respirar, procure orientação médica.

*3APLICATIVO EDUCASAÚDE

https://www.unicamp.br/unicamp/cartilha-covid-19/aplicativo-para-vigilancia-em-saude-da-un icamp-educasaude

*4 SERVIÇOS DE SAÚDE DE REFERÊNCIA

    • Campinas: CECOM do Campus Barão Geraldo
    • Limeira: CECOM de Campinas, Hospital Humanitária, Santa Casa de Limeira, Pronto Atendimento do Jardim Aeroporto e do Parque Hipólito ou a UPA Abílio Pedro.
    • Piracicaba: CECOM de Campinas ou UPA 24h-Unidade Piracicamirim.

 

PRO 2: TENHO SINTOMAS DE COVID-19*1 E TESTE PARA SARS-COV-2 COM RESULTADO POSITIVO

    • Mantenha-se afastado de suas atividades presenciais na Universidade com medidas de isolamento domiciliar*2 pelo período de 10 dias a contar do primeiro dia com sintomas.
    • Comunique imediatamente à sua chefia imediata (servidor), à secretaria de Graduação, Pós-Graduação ou Colégio Técnico (aluno), ou à secretaria de departamento (residente), e envie seu atestado médico digitalizado, por e-mail, ao RH (servidor) ou à sua respectiva secretaria, com cópia para a COREME, no caso dos residentes. Se você foi atendido ou realizou teste para SARS-CoV-2 em um serviço de saúde externo à Unicamp, envie também o resultado.
    • A evolução dos seus sintomas será monitorada periodicamente pela equipe de saúde do CECOM: Fique atento às ligações telefônicas. Independente disso, procure imediatamente um atendimento médico de urgência se apresentar sinais de alerta, como dificuldade de respirar, dor ou pressão persistente no peito.
    • Retorne às suas atividades presenciais ao final do período de isolamento, desde que esteja sem febre há pelo menos 24 horas sem o uso de medicamentos antitérmicos, e sem sintomas respiratórios (tosse, coriza, dor de garganta, falta de ar).
    • O término do seu isolamento poderá ser antecipado para o sétimo dia, desde que realize Teste Rápido de Antígeno (TRAg), com resultado negativo ou não detectado e esteja sem febre há pelo menos 24 horas sem o uso de medicamentos antitérmicos e também sem sintomas respiratórios (tosse, coriza, dor de garganta, falta de ar).
    • ATENÇÃO: No caso de retorno antes que se completem os 10 dias após o início

período de isolamento, adote as medidas adicionais de prevenção.*3

    • Se após o período de 10 dias persistirem febre ou sintomas respiratórios, procure o CECOM ou outro serviço de saúde*4 para reavaliação médica e prorrogação do seu afastamento, caso necessário.

Observação - O Teste Rápido de Antígeno (TRAg) ainda não está disponível para a comunidade universitária. Caso você o realize fora da Universidade, comunique à sua chefia imediata (servidor); à secretaria de Graduação, Pós-Graduação ou Colégio Técnico (aluno); ou à secretaria de departamento (residente), e envie o resultado do teste digitalizado por e-mail ao RH (servidor), ou à sua respectiva secretaria (aluno), com cópia para a COREME, no caso dos residentes.

*1 CASO SUSPEITO DE COVID-19

Todo indivíduo com quadro de Síndrome Gripal (SG), isto é, quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois (2) dos seguintes sinais e sintomas: febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos.

*2 MEDIDAS DE ISOLAMENTO DOMICILIAR

Para fins de contagem, considere o dia 0 (zero) como o seu primeiro dia de sintomas. Portanto, o dia 1 é o primeiro dia completo após o desenvolvimento dos sintomas, e assim sucessivamente.

CUIDADOS PARA O PACIENTE •Realize com frequência a higiene das mãos, utilizando água e sabão ou álcool gel. •Mantenha distância de, pelo menos, 2 metros, de pessoas sem sintomas. •Utilize máscara cirúrgica a maior parte do tempo. Se estiver sem a máscara, cubra a boca e o nariz com um lenço descartável ao tossir ou espirrar, e depois limpe imediatamente as mãos. •Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos. •No quarto usado para o isolamento, mantenha as janelas abertas para circulação do ar. Mantenha a porta fechada durante todo o isolamento e limpe a maçaneta frequentemente com álcool 70%. •Depois de usar o banheiro, nunca deixe de lavar as mãos com água e sabão, e limpe vaso, pia e demais superfícies com álcool. •Se for imprescindível sair do quarto, use máscara de proteção, cobrindo boca, nariz e queixo o tempo todo.

CUIDADOS PARA AS PESSOAS QUE VIVEM NO MESMO DOMICÍLIO DO PACIENTE

  • Realize com frequência a higiene das mãos, com água e sabão ou álcool gel. •Mantenha distância de pelo menos 1 metro do paciente. •Use máscara cirúrgica quando estiver no mesmo ambiente que o paciente. •Mantenha as janelas do domicílio abertas o maior tempo possível. •O lixo produzido pelo paciente contaminado precisa ser separado e descartado.
  • Se os sintomas forem graves, como dificuldade para respirar, procure orientação médica.

*3 MEDIDAS ADICIONAIS DE PREVENÇÃO

São medidas que devem ser adotadas por pessoas com teste positivo para covid-19, no caso de seu período de isolamento ser inferior a 10 dias, até que se complete esse prazo:

    • Continue usando máscara de forma bem ajustada ao rosto, preferencialmente cirúrgica ou PFF2/N95.
    • Evite contato com pessoas imunocomprometidas ou que apresentem fatores de risco para agravamento da covid-19, como também locais com aglomeração de pessoas.
    • Não frequente locais onde a máscara não possa ser usada durante todo o tempo, como restaurantes e bares; e evite comer próximo a outras pessoas.
    • Não viaje.

*4 SERVIÇOS DE SAÚDE DE REFERÊNCIA

    • Campinas: CECOM do Campus Barão Geraldo
    • Limeira: CECOM de Campinas, Hospital Humanitária, Santa Casa de Limeira, Pronto Atendimento do Jardim Aeroporto e do Parque Hipólito ou a UPA Abílio Pedro.
    • Piracicaba: CECOM de Campinas ou UPA 24h-Unidade Piracicamirim.

 

PRO 3: TIVE CONTATO COM ALGUÉM COM SUSPEITA DE COVID-19

    • Se você teve contato próximo*1 com alguma pessoa com suspeita de covid-19*2, mantenha suas atividades presenciais, respeitando de maneira rigorosa todas as medidas sanitárias de prevenção à covid-19*3.
    • Fique atento ao surgimento de qualquer sinal ou sintoma relacionado à doença, especialmente durante os próximos 14 dias a contar da data de seu contato com a pessoa que possui suspeita de covid-19. Caso isso ocorra, adote o PROTOCOLO 1 (PRO1) “TENHO SINTOMAS DE COVID-19”.
    • Se você tomar conhecimento que o resultado do teste para SAR-CoV-2 do seu contato próximo foi positivo, adote o PROTOCOLO 4 (PRO4) “TIVE CONTATO COM ALGUÉM COM CASO CONFIRMADO DE COVID-19”.

 

*1 DEFINIÇÃO DE CONTATO

É qualquer pessoa que esteve em contato próximo a um caso confirmado de covid-19 durante o seu período de transmissibilidade, ou seja, entre 48 horas antes até os dez dias após a data de início dos sinais ou sintomas (caso confirmado em sintomático) ou após a data da coleta do exame (caso confirmado em assintomático), em uma ou mais das seguintes situações:

  • Esteve a menos de um metro de distância, por um período mínimo de 15 minutos, de um paciente com caso confirmado, sem que ambos tenham utilizado máscara facial, ou o tenham feito de forma incorreta.
  • Teve um contato físico direto (aperto de mãos ou abraço, por exemplo) com um paciente com caso confirmado.
  • É contato domiciliar ou residente na mesma casa de um caso confirmado.
  • É profissional de saúde que prestou assistência ao caso de covid-19 sem utilizar equipamentos de proteção individual (EPI), conforme preconizado, ou com EPI danificado. Consulte orientações quanto ao uso adequado de EPIs na página eletrônica https://hc.unicamp.br/ccih/comissao-de-controle-de-infeccao-hospitalar-….

*2 CASO SUSPEITO DE COVID-19

Todo aquele que apresenta um quadro de Síndrome Gripal (SG): indivíduo com quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois (2) dos seguintes sinais e sintomas: febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos.

*3 MEDIDAS SANITÁRIAS DE PREVENÇÃO À COVID-19

    • DISTANCIAMENTO FÍSICO - Recomenda-se a manutenção de uma distância física mínima de 1 metro de outras pessoas, assim como evitar aglomerações, tanto ao ar livre quanto em ambientes fechados.
    • USO DE MÁSCARA - As máscaras devem ser usadas por pessoas saudáveis, para sua proteção, e por pessoas infectadas, para prevenir transmissão subsequente. O uso de máscaras deve ser feito, no entanto, de maneira complementar a outras medidas individuais e comunitárias, como a higienização das mãos e o distanciamento social.

MÁSCARAS DO TIPO RESPIRADORES (padrão N95, PFF2 ou PFF3, ou equivalente) - recomendado para trabalhadores de saúde, em locais de assistência a pacientes com covid-19 e durante procedimentos geradores de aerossol; e para as demais atividades que exijam uso de máscaras como EPIs

Durante o período da pandemia, estará garantido o fornecimento de máscaras padrão N95 e PFF2 para os membros da comunidade que se sintam mais seguros com esta opção, mesmo que não haja recomendação institucional.

MÁSCARAS CIRÚRGICAS (TRÊS CAMADAS): recomendado para todos os membros da comunidade para quem não seja obrigatório o uso de máscaras do tipo respiradores.

MÁSCARA DE TECIDO: não é recomendado o uso desse tipo de máscara. ATENÇÃO! A eficácia de qualquer tipo de máscara depende do seu uso contínuo, isto é, durante todo o tempo de convivência comunitária, além do uso correto, com adaptação ao contorno do rosto a fim de impedir fuga aérea. Quando for necessário retirá-la, como ao se alimentar, faça-o pelo mínimo de tempo possível, e respeite o distanciamento preconizado.

    • HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS - é uma medida muito efetiva na redução da disseminação de doenças de transmissão respiratória, como a covid-19, resfriado comum, gripe e pneumonia. Higienize suas mãos com frequência, com água e sabão ou álcool gel.
    • ETIQUETA RESPIRATÓRIA - Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Se tocar, sempre higienize as mãos como já indicado. ● Mantenha uma distância mínima de cerca de um (1) metro de qualquer pessoa tossindo ou espirrando. ● Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico. ● Higienize com frequência o aparelho celular. Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos. ● Evite aglomerações, principalmente em espaços fechados, e mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.

 

PRO 4: TIVE CONTATO*1 COM ALGUÉM COM COVID-19 CONFIRMADA

    • Se você é contactante domiciliar (reside no mesmo local) de alguém positivo para SARS-CoV-2, comunique imediatamente à sua chefia imediata (servidor) ou ao docente responsável (aluno, residente). Envie ao RH (servidor), à secretaria de Graduação, Pós-Graduação ou Colégio Técnico (aluno) ou à secretaria de departamento, com cópia para a COREME (residente), documento comprobatório da doença do caso confirmado.
    • Se a pessoa positiva convive com você na Universidade, você será informado que é contactante através de sua chefia imediata (servidor), de seu docente responsável (aluno, residente) ou do CECOM (ambos).
    • Permaneça em atividades presenciais, adotando de maneira rigorosa as medidas sanitárias de prevenção à covid-19*2 e fique atento ao surgimento de qualquer sinal ou sintoma relacionado à doença*3, especialmente durante os próximos 14 dias a contar da data de seu último contato com a pessoa confirmada para covid-19. Caso fique doente, procure um serviço de saúde*4 para consulta médica.
    • Você será convocado para realizar coleta de RT-PCR para SARS-CoV-2, conforme

seu local de atuação.

    • Caso o teste resulte negativo, mantenha suas atividades habituais, reforçando o cumprimento rigoroso das medidas sanitárias de prevenção à covid-19.
    • Caso o teste resulte positivo, você será afastado de suas atividades presenciais por

10 dias a contar da data da coleta do seu exame. Retorne às suas atividades presenciais ao final do período de isolamento, desde que esteja sem febre há pelo menos 24 horas sem o uso de medicamentos antitérmicos, e sem sintomas respiratórios (tosse, coriza, dor de garganta, falta de ar). O término do seu isolamento poderá ser antecipado para o sétimo dia, desde que realize Teste Rápido de Antígeno (TRAg), com resultado negativo ou não detectado e esteja sem febre há pelo menos 24 horas sem o uso de medicamentos antitérmicos e também sem sintomas respiratórios (tosse, coriza, dor de garganta, falta de ar). ATENÇÃO: No caso de retorno antes que se completem os 10 dias do período de isolamento, adote as medidas adicionais de prevenção.*5

Observação - O Teste Rápido de Antígeno (TRAg) ainda não está disponível para a comunidade universitária. Caso você o realize fora da Universidade, comunique à sua chefia imediata (servidor) ou ao docente responsável (aluno, residente), e envie o resultado do teste digitalizado por e-mail ao RH (servidor); à secretaria de Graduação, Pós-Graduação ou Colégio Técnico (aluno); ou à secretaria de departamento, com cópia para a COREME (residente).

*1 DEFINIÇÃO DE CONTATO

É qualquer pessoa que esteve em contato próximo a um caso confirmado de covid-19 durante o seu período de transmissibilidade, ou seja, entre 48 horas antes até os dez dias após a data de início dos sinais e/ou sintomas (caso confirmado em sintomático) ou após a data da coleta do exame (caso confirmado em assintomático), em uma ou mais das seguintes situações:

  • Esteve a menos de um metro de distância, por um período mínimo de 15 minutos, com um caso confirmado, sem que ambos tenham utilizado máscara facial, ou o tenham feito de forma incorreta.
  • Teve um contato físico direto (aperto de mãos ou abraço, por exemplo) com um paciente com caso confirmado.
  • É profissional de saúde que prestou assistência ao caso de covid-19 sem utilizar equipamentos de proteção individual (EPI), conforme preconizado, ou com EPI danificado. Consulte orientações quanto ao uso adequado de EPIs na página eletrônica https://hc.unicamp.br/ccih/comissao-de-controle-de-infeccao-hospitalar-….

*2 MEDIDAS SANITÁRIAS DE PREVENÇÃO À COVID-19

    • DISTANCIAMENTO FÍSICO - Recomenda-se a manutenção de uma distância física mínima de 1 metro de outras pessoas, assim como evitar aglomerações, tanto ao ar livre quanto em ambientes fechados.
    • USO DE MÁSCARA - As máscaras devem ser usadas por pessoas saudáveis, para sua proteção, e por pessoas infectadas, para prevenir transmissão subsequente. O uso de máscaras deve ser feito, no entanto, de maneira complementar com outras medidas individuais e comunitárias, como a higienização das mãos e o distanciamento social.

MÁSCARAS DO TIPO RESPIRADORES (padrão N95, PFF2 ou PFF3, ou

equivalente) - recomendado para trabalhadores de saúde, em locais de assistência a pacientes com covid-19 e durante procedimentos geradores de aerossol; e para as demais atividades que exijam o uso de máscaras como EPIs.

Durante o período da pandemia, estará garantido o fornecimento de máscaras padrão N95 e PFF2 para os membros da comunidade que se sintam mais seguros com esta opção, mesmo que não haja recomendação institucional.

MÁSCARAS CIRÚRGICAS (TRÊS CAMADAS): recomendado para todos os membros da comunidade em que não seja obrigatório o uso de máscaras do tipo respiradores.

MÁSCARA DE TECIDO: não é recomendado o uso desse tipo de máscara. ATENÇÃO! A eficácia de qualquer tipo de máscara depende do seu uso contínuo, isto é, durante todo o tempo de convivência comunitária, além do uso correto, com adaptação ao contorno do rosto a fim de impedir fuga aérea. Quando for necessário retirá-la, como ao se alimentar, faça-o pelo mínimo de tempo possível e respeite o distanciamento preconizado.

    • HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS - é uma medida muito efetiva na redução da disseminação de doenças de transmissão respiratória, como a Covid-19, resfriado comum, gripe e pneumonia. Higienize suas mãos com frequência, com água e sabão ou álcool gel.
    • ETIQUETA RESPIRATÓRIA - Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Se tocar, sempre higienize as mãos como já indicado. ● Mantenha uma distância mínima de cerca de um (1) metro de qualquer pessoa tossindo ou espirrando. ● Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico. ● Higienize com frequência o aparelho celular. Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos. ● Evite aglomerações, principalmente em espaços fechados, e mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.
    • VACINAÇÃO - esteja sempre com seu esquema vacinal atualizado contra a covid-19, isto é, tome todas as doses de vacina dentro dos prazos indicados. Considerando possíveis mudanças frente a essa orientação, consulte sempre a página https://www.cecom.unicamp.br/informacoes-vacinacao-contra-a-covid-19/.

*3 CASO SUSPEITO DE COVID-19

Todo indivíduo com quadro de Síndrome Gripal (SG), isto é, quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois (2) dos seguintes sinais e sintomas: febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos.

*4 SERVIÇOS DE SAÚDE DE REFERÊNCIA

  1. Campinas: CECOM do Campus Barão Geraldo
  2. Limeira: CECOM de Campinas, Hospital Humanitária, Santa Casa de Limeira, Pronto Atendimento do Jardim Aeroporto e do Parque Hipólito ou a UPA Abílio Pedro.
  3. Piracicaba: CECOM de Campinas ou UPA 24h-Unidade Piracicamirim.

*5 MEDIDAS ADICIONAIS DE PREVENÇÃO

São medidas que devem ser adotadas por pessoas com teste positivo para covid-19, no caso de seu período de isolamento ser inferior a 10 dias, até que se complete esse prazo:

    • Continue usando máscara bem ajustada ao rosto, preferencialmente cirúrgica ou PFF2/N95.
    • Evite contato com pessoas imunocomprometidas ou que apresentem fatores de risco para agravamento da covid-19, como também locais com aglomeração de pessoas.
    • Não frequente locais onde a máscara não possa ser usada durante todo o tempo, como restaurantes e bares; e evite comer próximo a outras pessoas.
    • Não viaje.

 

PRO 5: TENHO TESTE PARA SARS-COV-2 DETECTADO, MAS NÃO TENHO SINTOMAS DE COVID-19

    • Afaste-se de suas atividades presenciais com medidas de isolamento domiciliar*1 pelo período de 10 dias a contar da data de coleta do seu teste.
    • Comunique imediatamente à sua chefia imediata e ao RH (servidor); ao docente responsável e à secretaria de Graduação, Pós-Graduação ou Colégio Técnico (aluno); ou ao docente responsável, à secretaria de departamento e à COREME (residente), e envie para eles (RH, secretaria ou COREME) em formato digitalizado o resultado do seu teste, caso tenha sido realizado em um serviço de saúde externo à Unicamp. A partir daí, siga as orientações que serão fornecidas pelo CECOM e pela sua Unidade.
    • Você será monitorado periodicamente quanto ao surgimento de sintomas pela equipe de saúde do CECOM: Fique atento às ligações telefônicas. Independente disso, procure imediatamente um atendimento médico de urgência se apresentar sinais de alerta, como dificuldade de respirar e dor ou pressão persistente no peito.
    • Retorne às suas atividades presenciais ao final do período de isolamento, desde que esteja sem febre há pelo menos 24 horas sem o uso de medicamentos antitérmicos, E sem sintomas respiratórios (tosse, coriza, dor de garganta, falta de ar).
    • O término do seu isolamento poderá ser antecipado para o sétimo dia, desde que realize Teste Rápido de Antígeno (TRAg), com resultado negativo ou não detectado e esteja sem febre há pelo menos 24 horas sem o uso de medicamentos antitérmicos e também sem sintomas respiratórios (tosse, coriza, dor de garganta, falta de ar).
    • ATENÇÃO: No caso de retorno antes que se completem os 10 dias do período de isolamento, adote as medidas adicionais de prevenção.*2

Observação. - O Teste Rápido de Antígeno (TRAg) ainda não está disponível para a comunidade universitária. Caso você o realize fora da Universidade, comunique à sua chefia imediata ou à secretaria de Graduação, Pós-Graduação ou Colégio Técnico (aluno), e envie o resultado do teste digitalizado por e-mail ao RH ou à sua respectiva secretaria, com cópia para a COREME (no caso dos residentes).

*1 MEDIDAS DE ISOLAMENTO DOMICILIAR

Para fins de contagem, considere o dia 0 (zero) como o dia da coleta do seu teste. Portanto, o dia 1 é o primeiro dia completo após a coleta da amostra de teste, e assim sucessivamente.

CUIDADOS PARA O PACIENTE •Realize com frequência a higiene das mãos, utilizando água e sabão ou álcool gel. •Mantenha distância de, pelo menos, 2 metros, de pessoas sem sintomas. •Utilize máscara cirúrgica a maior parte do tempo. Se estiver sem a máscara, cubra a boca e o nariz com um lenço descartável ao tossir ou espirrar, e depois limpe imediatamente as mãos. •Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos. •No quarto usado para o isolamento, mantenha as janelas abertas para circulação do ar. Mantenha a porta fechada durante todo o isolamento e limpe a maçaneta frequentemente com álcool 70%. •Depois de usar o banheiro, nunca deixe de lavar as mãos com água e sabão, e limpe vaso, pia e demais superfícies com álcool. •Se for imprescindível sair do quarto, use máscara de proteção, cobrindo boca, nariz e queixo o tempo todo.

CUIDADOS PARA AS PESSOAS QUE VIVEM NO MESMO DOMICÍLIO DO PACIENTE

  • Realize com frequência a higiene das mãos, utilizando água e sabão ou álcool gel.
  • Mantenha distância de pelo menos 1 metro do paciente. •Use máscara cirúrgica quando estiver no mesmo ambiente que o paciente. •Mantenha as janelas do domicílio abertas o maior tempo possível. •O lixo produzido pelo paciente contaminado precisa ser separado e descartado. •Se os sintomas forem graves, como dificuldade para respirar, procure um médico

*2 MEDIDAS ADICIONAIS DE PREVENÇÃO

São medidas que devem ser adotadas por pessoas com teste positivo para covid-19, no caso de seu período de isolamento ser inferior a 10 dias, até que se complete esse prazo:

    • Continue usando máscara bem ajustada ao rosto, preferencialmente cirúrgica ou PFF2/N95.
    • Evite contato com pessoas imunocomprometidas ou que apresentem fatores de risco para agravamento da covid-19, como também locais com aglomeração de pessoas.
    • Não frequente locais onde a máscara não possa ser usada durante todo o tempo, como restaurantes e bares; e evite comer próximo a outras pessoas.
    • Não viaje.

 

PRO 6: TENHO TESTE NÃO DETECTADO MAS CONTINUO COM SINTOMAS RESPIRATÓRIOS

    • Se você já passou por consulta médica, permaneça afastado de suas atividades presenciais pelo período indicado em seu atestado médico.
    • Retorne às suas atividades presenciais ao final do prazo de afastamento, desde que esteja sem febre há pelo menos 24 horas sem o uso de medicamentos antitérmicos, E sem sintomas respiratórios (tosse, coriza, dor de garganta, falta de ar). Continue respeitando de maneira rigorosa todas as medidas sanitárias de prevenção à covid-19.*1
    • Se após o período de 10 dias persistirem febre ou sintomas respiratórios, procure um serviço de saúde*2 para reavaliação médica e prorrogação do seu afastamento, caso se faça necessário.

*1 MEDIDAS SANITÁRIAS DE PREVENÇÃO À COVID-19

    • DISTANCIAMENTO FÍSICO - Recomenda-se a manutenção de uma distância física mínima 1 metro de outras pessoas, assim como evitar aglomerações, tanto ao ar livre quanto em ambientes fechados.
    • USO DE MÁSCARA - As máscaras devem ser usadas por pessoas saudáveis, para sua proteção, e por pessoas infectadas, para prevenir transmissão subsequente. O uso de máscaras deve ser feito, no entanto, de maneira complementar com outras medidas individuais e comunitárias, como a higienização das mãos e o distanciamento social.

MÁSCARAS DO TIPO RESPIRADORES (padrão N95, PFF2 ou PFF3, ou equivalente) - recomendado para trabalhadores de saúde, em locais de assistência a pacientes com covid-19 e durante procedimentos geradores de aerossol; e para as demais atividades que exigem o uso de máscaras como EPIs.

Durante o período da pandemia, estará garantido o fornecimento de máscaras padrão N95 e PFF2 para os membros da comunidade que se sintam mais seguros com esta opção, mesmo que não haja recomendação institucional.

Embora não seja uma recomendação institucional, a Universidade poderá fornecer, MÁSCARAS CIRÚRGICAS (TRÊS CAMADAS): recomendado para todos os membros da comunidade em que não seja obrigatório o uso de máscaras do tipo respiradores.

MÁSCARA DE TECIDO: não é recomendado o uso desse tipo de máscara a permanência nos campi da Universidade.

ATENÇÃO! A eficácia de qualquer tipo de máscara depende do seu uso contínuo, isto é, durante todo o tempo de convivência comunitária, além do uso correto, com adaptação ao contorno do rosto a fim de impedir fuga aérea. Quando for necessário retirá-la, como ao se alimentar, o faça pelo mínimo de tempo possível, e respeite o distanciamento preconizado.

    • HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS - é uma medida muito efetiva na redução da disseminação de doenças de transmissão respiratória, como a covid-19, resfriado comum, gripe e pneumonia. Higienize suas mãos com frequência, com água e sabão ou álcool gel.
    • ETIQUETA RESPIRATÓRIA - Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Se tocar, sempre higienize as mãos como já indicado. ● Mantenha uma distância mínima de cerca de um (1) metro de qualquer pessoa tossindo ou espirrando. ● Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico. ● Higienize com frequência o aparelho celular. Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos. ● Evite aglomerações, principalmente em espaços fechados, e mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.

*2 SERVIÇOS DE SAÚDE DE REFERÊNCIA

  1. Campinas: CECOM do Campus Barão Geraldo
  2. Limeira: CECOM de Campinas, Hospital Humanitária, Santa Casa de Limeira, Pronto Atendimento do Jardim Aeroporto e do Parque Hipólito ou a UPA Abílio Pedro.
  3. Piracicaba: CECOM de Campinas ou UPA 24h-Unidade Piracicamirim.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  1. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de Vigilância Epidemiológica - Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional pela Doença pelo Coronavírus 2019. Brasília, v.4 12/01/2022.
  2. Campinas. GVIMS/GGTES/ANVISA. Nota Técnica Nº 05/2022, de 04 de fevereiro de 2022.Diretrizes para acompanhamento e afastamento dos trabalhadores nas organizações privadas de Campinas, para tomada de decisão frente aos casos de trabalhadores com sintomas ou confirmados de covid-19 no contexto epidemiológico atual.
  3. FIOCRUZ. Nota Técnica Nº1/2022, de 11/02/2022. Variante ômicron e o retorno às atividades escolares presenciais.

 

Acesse o documento completo clicando aqui.

Compartilhe

Equipe