74º CBEn conta com a participação de docentes e discentes da FEnf

Entre os dias 12 e 15 de novembro de 2023, na cidade do Rio de Janeiro - RJ, ocorreu o 74º CBEn – Congresso Brasileiro de Enfermagem, que também teve a participação de outros dois outros grandes eventos satélites da Enfermagem Brasileira: a 13ª Jornada Brasileira de Enfermagem Gerontológica (13ª JBEG) e o 6º Seminário Internacional sobre o Trabalho em Enfermagem (6º SITEn).

O CBEn, que teve como tema central “Enfermagem e o Desenvolvimento Sustentável”, buscou integrar setores da sociedade e colocar metas e indicadores em áreas como saúde, meio ambiente, social e econômica, conforme os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A Faculdade de Enfermagem da Unicamp foi representada por docentes de diversas áreas de conhecimento, sendo eles a Profa. Dra. Dalvani Marques, da área de Enfermagem em Saúde Pública, Profa. Dra. Daniella Pires Nunes, da área de Enfermagem Médico-Cirúrgica e os docentes Prof. Dr. Eduardo Sodré de Souza e Profa. Dra. Maria Giovana Borges Saidel, da área de Enfermagem em Saúde Mental. Além dos docentes, a FEnf também foi representada pela discente de graduação Ágata Guerra Fraga Souza e pelos discentes do Programa de Pós-graduação Nubya Sete Anzolin e Thales Wallace Cosmo de Carvalho do nível Mestrado e Giovanne Bento Paulino e Nathalia Monezi do nível Doutorado.

A Profa. Dra. Dalvani Marques apresentou os trabalhos intitulados "Atenção às pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo na rede de atenção à saúde", fruto do Trabalho de conclusão de curso da aluna  Luiza Watanabe de Mariz, que objetivou identificar os desafios na atenção realizada às crianças com TEA na Atenção Básica em Saúde, e a articulação com os serviços especializados em saúde mental. Revisão integrativa, que demonstrou os desafios na identificação dos sinais de TEA na Atenção Básica e a limitada articulação entre Atenção Básica e serviços especializados; e "Ações afirmativas de gênero e sexualidade na Atenção Básica", que objetivou identificar as ações em relação a gênero e sexualidade desenvolvidas pelas equipes de saúde nos territórios da Atenção Básica, com ênfase nas ações afirmativas. Através da revisão integrativa, destacou que as principais ações de gênero e sexualidade foram o respeito ao nome social e ações com foco na transmissão e prevenção de IST's ou gravidez. e as principais dificuldades em realizar as ações de gênero e sexualidade centraram-se na lógica heteronormativa e no binarismo de gênero, além do desconhecimento dos profissionais sobre a temática.

A Profa. Dra. Daniella Pires Nunes apresentou os trabalhos intitulados "Análise de correspondência como estratégia para descrição do perfil dos arranjos domiciliares de pessoas idosas", que teve como objetivo descrever características comuns dos arranjos domiciliares de pessoas idosas, onde realizou-se um estudo transversal, descritivo, realizado com 449 participantes (idade igual ou superior 60 anos) cadastrados na Estratégia de Saúde da Família, do município de Palmas, Tocantins; e o trabalho intitulado "Comprimento dos telômeros e funcionalidade em pessoas idosas: um estudo transversal", que buscou verificar a associação entre capacidade funcional e comprimento dos telômeros em pessoas idosas. Trata-se de um estudo transversal e analítico, realizado com 448 participantes com 60 anos ou mais, residentes na área urbana de um município do Sul do Estado de Minas Gerais.

O Prof. Dr. Eduardo Sodré de Souza também participou do evento com a apresentação de dois trabalhos: "Políticas, práticas de cuidado e saúde integral de grupos vulnerabilizados: alcances, limites e outras perspectivas para a formação em enfermagem", que apresentou os resultados parciais do projeto "Enfer-Margens: cuidado em saúde às populações vulnerabilizadas", do qual articulou ações de ensino, pesquisa e extensão com o objetivo de promover processos formativos com  enfoque na saúde integral de pessoas vulnerabilizadas - população negra, LGBT+  e em situação de rua; e "Saúde integral, trabalho e educação interprofissional: integração ensino, serviços e comunidade", que teve como objetivo promover a formação de estudantes de cursos da área da saúde a partir de contextos reais, sendo construído coletivamente a partir da integração ensino (universidade; Projeto Enfer-Margens), serviços (equipes do setor saúde, assistência social e direitos humanos) e comunidade (cooperativa de materiais recicláveis).

A Profa. Dra. Maria Giovana Borges Saidel participou da Comissão Avaliadora da Prova de Títulos de Especialista em Enfermagem em Saúde Mental ofertada e coordenada pelo Departamento de Enfermagem de Saúde Mental da Associação Brasileira de Enfermagem (DEPSM/ABEn), participou de reuniões para a organização da próxima edição do Seminário Nacional de Diretrizes para a Educação em Enfermagem, a ser realizado em Goiás e apresentou os trabalhos intitulados "Entidades de classe e a enfermagem na saúde mental: reflexões sobre o Departamento de Enfermagem em Saúde Mental da ABEn", que teve como objetivo refletir e descrever sobre o papel das entidades de classe e a enfermagem na saúde mental a partir de perspectivas do Departamento de Enfermagem em Saúde Mental; e "Reflexões sobre os desafios e estratégias para o lugar do cuidado de enfermagem em saúde mental", que teve como objetivo refletir e descrever sobre o papel da enfermagem na saúde mental a partir da perspectiva histórico-social da profissão.

A discente de graduação Ágata Guerra Fraga Souza, orientada pela Profa. Dra. Débora de Souza Santos, apresentou o trabalho intitulado "Educação em saúde para crianças pré-escolares: promovendo equipe social, racial e de gênero", que buscou relatar estratégias de educação em saúde participativa e com abordagem crítica e reflexiva. O trabalho tratou de um Relato de Experiência em associação ao projeto de extensão universitária intitulado "EducaSaúde: educação lúdica promovendo qualidade de vida na escola”, vinculado à Faculdade de Enfermagem da UNICAMP.

O aluno Giovanne Bento Paulino, orientando também da docente Profa. Débora, apresentou dois trabalhos, sendo eles: "Educação Permanente em Saúde em contexto de pandemia: olhares de profissionais da Atenção Primária à Saúde", que teve origem na dissertação de mestrado que se propôs a investigar o uso de tecnologias da informação e comunicação somadas a práticas de educação permanente no combate à pandemia de COVID-19, e tendo as práticas de EPS como objeto de estudo, a pesquisa se concentrou em descrever e analisar a percepção de trabalhadores da Saúde da Família sobre essas práticas frente ao combate da pandemia de COVID-19. O segundo trabalho, intitulado "Fake News e a COVID-19: dilemas de trabalhadores da saúde", que também teve origem na dissertação de mestrado, o recorte dado ao estudo teve como objetivo compreender a percepção de trabalhadoras da Saúde da Família da cidade de Campinas/SP sobre os conflitos entre o trabalho durante a pandemia de COVID-19 e a disseminação de fake news.

A discente Nathalia Monezi, também orientada pela Profa. Dra. Débora de Souza Santos, apresentou o trabalho intitulado "Mulher em situação de rua e o acesso aos serviços de saúde", que teve como objetivo identificar na literatura científica nacional e internacional estratégias e subterfúgios de acesso aos serviços de saúde pelas mulheres em situação de rua.

A discente Nubya Sete Anzolin, orientada pela Profa. Dra. Dalvani Marques, apresentou o trabalho intitulado "Aprofundamento do Conhecimento dos Estudantes e Profissionais de Saúde sobre o Processo Transexualizador", que caracterizou-se como uma pesquisa intervencionista, que visou: avaliar o conhecimento de estudantes e profissionais da área da saúde sobre o Processo Transexualizador. Além disso caracterizou-se também na implementação e avaliação um curso de curta duração (na modalidade Workshop) sobre o Processo Transexualizador, com a aplicação de um questionário pré e pós o curso, visando observar a progressão do conhecimento dos participantes. 

A Faculdade de Enfermagem parabeniza todos os envolvidos por levar a pesquisa da FEnf no âmbito nacional da enfermagem!

 

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19

Nos dias 27 e 28 de fevereiro de 2024, aconteceu na Faculdade de Enfermagem a "Calourada 2024", que foi promovida pela Comissão da Calourada 2024, composta por discentes de graduação, e pela coordenação de graduação em Enfermagem. No dia 27 pela manhã, as atividades se iniciaram com um encontro de todos os ingressantes e veteranos na Faculdade e…

                No último dia 01 de março de 2024, nas dependências do Anfiteatro Profa. Dra. Neusa Maria Costa Alexandre, aconteceu a cerimônia de Inauguração da Galeria de Diretoras e Homenageadas da Faculdade de Enfermagem.

            No período de 19 a 23 de fevereiro de 2024, foi oferecido o curso de verão "Ubuntu 2024 - Vivência Educacional Multirracial: Diversidade, Equidade e Inclusão na Saúde", coordenado pela Profa. Dra. Débora de Souza Santos, com a parceria do discente de Doutorado, Giovanne Bento…

                No último dia 09 de fevereiro de 2024, a aluna de graduação, Fernanda Guirardello Iamarino foi indicada para o 21º Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica, promovido pela Pró-Reitoria de Pesquisa da UNICAMP com o Conselho Nacional de…